O conhecimento ajuda na conservação!

Vocês sabem que eu sou uma observadora de aves e uma fotógrafa amadora da Natureza, né?

Miudinho (Myiornis auricularis). Foto feita no Horto Florestal de São Paulo/SP em Junho/14.

Miudinho (Myiornis auricularis). Foto feita no Horto Florestal de São Paulo/SP em Junho/14.

Agora, uma coisa que vcs não sabem é que, muitas vezes, eu e meus amigos passarinheiros fomos impedidos de fotografar em parques com nossas “câmeras grandes” e tripés.

Pois é… já fomos barrados por seguranças em parques da cidade de São Paulo por estarmos fotografando aves.

Socozinho (Butorides striata) fotografado no Parque Burle Marx em São Paulo/SP, em Abril/14, na companhia da amiga passarinha Claudia Komesu.

Socozinho (Butorides striata) fotografado no Parque Burle Marx em São Paulo/SP, em Abril/14, na companhia da amiga passarinha Claudia Komesu.

Essas restrições sem sentido deixam apenas um lado perdedor: a Natureza.

Esse blog nasceu com o objetivo de levar conhecimento sobre animais para que assim, a conservação deles fosse mais fácil, mais natural. Eu realmente acredito que uma das formas de incentivar a preservação da fauna e flora é levando conhecimento para a população. Afinal, é difícil cuidar de algo que você nem sabe que existe, né?

Garça-branca-grande (Ardea alba) fotografada no Jardim Botânico de São Paulo/SP, em Março/14, na companhia da amiga passarinha Claudia Komesu.

Garça-branca-grande (Ardea alba) fotografada no Jardim Botânico de São Paulo/SP, em Março/14, na companhia da amiga passarinha Claudia Komesu.

Vários parques nacionais e estaduais brasileiros são pouco conhecidos. Mesmo entre os conhecidos, na maioria deles os gestores não reconhecem a importância da fotografia e das redes sociais na divulgação e valorização de um local. Imagine só: há milhares de fotógrafos amadores, e alguns profissionais, fotografando a natureza todos os dias. E ao invés de serem incentivados pelos gestores dos parques, eles são barrados como eu fui várias vezes.

Mesmo sem apoio federal para isso, algumas pessoas querem ajudar, e agora temos a chance de influenciar em mudanças na forma como a população é tratada pelos gestores dos parques. O presidente do ICMBio, sr. Cláudio Maretti, abriu um canal de comunicação no Facebook dele. Muitas pessoas têm deixado seus depoimentos a favor das mudanças, da liberdade para fotografar e divulgar como acontece nos parques dos Estados Unidos.

Pica-pau-de-cabeça-amarela (Celeus flavescens) fotografado no ninho no Pq. Ibirapuera em São Paulo/SP em Agosto/14.

Pica-pau-de-cabeça-amarela (Celeus flavescens) fotografado no ninho no Pq. Ibirapuera em São Paulo/SP em Agosto/14.

Então, quero deixar um convite aqui pra vcs. Na verdade, é um pedido: ajude-nos a lutar por essa causa. Mesmo que você não seja fotógrafo ou observador de aves, venha participar, dizer que você é a favor da liberdade para fotografar, publicar, que você gostaria que os parques tivessem uma relação de parceria com a população, em vez de uma relação puramente autoritária.

O post já tem muitos comentários, mas cada um é valioso. O volume de manifestações a favor pode ajudar na decisão a favor das mudanças. Clique AQUI para deixar seu comentário.

Pernilongo-de-costas-brancas (Himantopus melanurus) fotografado no Parque Linear Nove de Julho, em São Paulo/SP, em Fevereiro/14.

Pernilongo-de-costas-brancas (Himantopus melanurus) fotografado no Parque Linear Nove de Julho, em São Paulo/SP, em Fevereiro/14.

Foi minha amiga passarinha Claudia Komesu quem me falou sobre essa causa e tb, quem me ajudou na elaboração desse post. A Claudia milita a favor da liberação da fotografia em parques nacionais há muito tempo. Orgulho dela!

Ela tb sugere a leitura dos textos abaixo… assim, vc fica conhecendo um pouco mais sobre o que tem sido feito com a Natureza, muitas vezes por falta de informação.

Sabia que mais de 5 milhões de hectares destruídos? Saiba mais AQUI.

Sabia que uma das razões da destruição desses mais de 5 milhões de hectares foi a construção das hidrelétricas? Saiba mais AQUI.

Cardeal (Paroaria coronata) fotografado no PET - Parque Ecológico do Tietê - em São Paulo, em Janeiro/14. Na companhia de Claudia Komesu, Luccas Longo e Rodrigo Poppiel.

Cardeal (Paroaria coronata) fotografado no PET – Parque Ecológico do Tietê – em São Paulo, em Janeiro/14. Na companhia de Claudia Komesu, Luccas Longo e Rodrigo Poppiel.

Conto com vcs! Pra gente poder continuar fotografando e dividindo com vcs a beleza da natureza!

Todas as fotos desse post foram feitas por mim em parques de SP que permitem (ou permitiam) a fotografia da natureza.

Beijos, Ju Diniz

Encontrei um filhote de passarinho “abandonado”. O que fazer?

Eu faço parte de vários grupos de identificação e observação de aves nas redes sociais e não são poucas vezes que vejo pessoas postando fotos de filhotes de passarinhos que foram encontrados “abandonados”. Super bem intencionados, eles querem saber qual é a espécie e a melhor forma de alimentar o bichinho para que depois ele possa voltar a viver na natureza. Mas será que esse nosso amor e piedade são realmente uma boa para esses animaizinhos?

Bom, na verdade, embora “adotar” temporariamente a pequena ave e levá-la pra casa nos faça sentir uma pessoa melhor, não estamos fazendo o melhor para esse filhote.

Vamos às explicações… primeiro, entendendo porque um filhote cai do ninho.

(Contei com a ajuda do Biólogo Luccas Longo para escrever este post, tá?)

blog animal chic bloganimalchic moda fashion look

Várias razões podem levar à esse “acidente”. Desde uma chuva ou vento mais forte, uma disputa entre os filhotes pelo alimento e atenção dos pais, a tentativa de ataque de algum predador… enfim, é mais comum do que imaginamos.

E tem mais… quando os filhotes já emplumados (com penas) caem dos ninhos, eles geralmente não voltam mais. Embora não consigam voar, estão se aventurando pelo ambiente, aprendendo lições importantes de sobrevivência.

Mas aí, quando encontrarmos o pequeno no chão, somos tomados por um sentimento muito forte de piedade e lá vamos nós: pegamos o filhote nas mãos e levamos para casa.

E o pior… não são poucas as vezes que esse filhotinho morre sob nossos cuidados. Afinal, por mais que sejamos bons humanos, não somos bons pais e mães de passarinho.

Mas então, o que fazer?

blog animal chic bloganimalchic moda fashion look  2

Antes de mais nada, observe de longe. Na maioria das vezes, o lar (ou ninho) desse filhote está por perto. E os pais tb! Se vc tiver tempo, observará que os pais virão alimentar e cuidar do filhote, mesmo que ele esteja fora de “casa”.

Ou seja, seus dotes “maternos e paternos” não serão necessários.

Evite tocar o pequeno. Nós somos leigos e não sabemos o jeito certo de segurar um filhote de passarinho. Podemos causar danos ao tentar resgatar um filhote assustado, tentando fugir da nossa presença, do que a própria queda do ninho causou.

Ah, se os pais não aparecerem, pode ser por sua causa mesmo… eles podem estar por perto, mas assustados com sua presença. Então, mantenha uma distância que deixe os pais do passarinho seguros para se aproximar.

Outra coisa que gosto de observar são os possíveis riscos. Ele está no meio da rua? Tem algum gatinho faminto por perto? Um cachorro que pode gostar de “brincar” com esse filhote? Nesse caso, vale à pena tentar pegar o filhote para colocá-lo em um lugar mais alto, pertinho de onde foi encontrado. Em cima do telhado, num galho mais grosso…

Agora, se vc notou que o filhote está machucado, o ideal é levá-lo a algum Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS). Aqui em São Paulo/SP, eu conheço um lugar que recebe animais assim no Parque Ibirapuera e tb no Parque Ecológico do Tietê (aquele à caminho do Aeroporto de Guarulhos).

Não traga o filhote pra casa! Você causará um estresse muito grande no animal e poderá acabar com as chances de ele ser alimentado e crescer forte e voando por aí.

E lógico: nunca – JAMAIS! – pense em deixar esse pequeno numa gaiola para ser seu pet! Aves nascem livres para voar. Além de ser um crime prender uma ave silvestre, é cruel ver um animal que tem toda a liberdade do mundo preso em uma gaiola!

E aí, estamos combinados?

Beijos, Ju Diniz

Fotos de Jarbas Mattos.

#Passarinhei – Figuinha-do-rabo-castanho

Mais uma ave lindinha que fotografei no PET – Parque Ecológico do Tietê: Figuinha-do-rabo-castanho.

DSCN2457

Os Figuinhas-de-rabo-castanho (Conirostrum speciosum) andam em casais ou pequenos grupos, sempre à procura de insetos no meio das folhas. Fonte: Wikiaves.

DSCN2458

DSCN2453

DSCN2447

Follow Blog Animal Chic’s board Figuinha-do-rabo-castanho (Conirostrum speciosum) on Pinterest.

//assets.pinterest.com/js/pinit.js

Uma graça!

Beijos, Ju Diniz

 

Registro de Janeiro/14

#Passarinhei – Curutié

Consegui fazer, finalmente, uma boa foto do Curutié (Certhiaxis cinnamomeus) quando estive no PET – Parque Ecológico do Tietê – em Janeiro/14.

Curutie-PET-janeiro1

Esta é uma ave comum no parque. Mas ela sempre fica no meio dos arbustos, na margem dos lagos. Então, é difícil fotografá-la! Mas eu gostei muito dessa foto. O que vcs acharam?

Curutie-PET-janeiro2

DSCN2431

Para saber mais sobre essa ave, clique AQUI.

Um beijo, Ju Diniz

 

Registro de Janeiro/14.

Follow Blog Animal Chic’s board Curutié (Certhiaxis cinnamomeus) on Pinterest.

//assets.pinterest.com/js/pinit.js

 

Os Quatis do PET

Hoje eu comecei a mostrar para vocês algumas aves que fotografei no PETParque Ecológico do Tietê – um parque aqui de São Paulo.

Durante os passeios que fizemos lá no começo do ano, não estávamos sozinhos na trilha; Quatis nos acompanhavam por uma boa parte do caminho!

DSCN2504

DSCN2485

Bastava que alguém do grupo abrisse a bolsa para pegar uma barrinha de cereal ou uma bateria extra para a câmera que eles logo apareciam. E chegavam muito perto!

Faltava pedir um pedaço da barrinha ou um pouco da nossa água! 🙂

Não, eles não estão passando fome! Estão apenas acostumados com humanos que passeiam pelo parque!

Deve ser algo irresistível! Imaginem: você está passeando pelo parque com seu filho e um animalzinho bonitinho desses se aproxima! Lógico que você joga uma pipoca, na esperança de que ele chegue mais perto e deixe seu filho ainda mais maravilhado!

Lógico, é uma reação normal. Mas não é a mais bacana!

Nossa pipoca, barrinha, chocolate ou qualquer outra coisa que tenhamos na bolsa é comida para humanos! Pode fazer mal para esses animais. Além disso, uma aproximação tão grande também pode ser perigosa. Por descuido, um quati ou um macaquinho pode acabar nos mordendo.

A gente pode evitar esse trauma, né?

Ame a natureza! E prove esse amor demonstrando respeito pelos animais!

DSCN2516

DSCN2423

DSCN2518

DSCN2519

DSCN2424

DSCN2520

DSCN2521

Ah, só pra reforçar, nós não demos nenhum alimento para os Quatis. Eles nos rodearam muito! Conseguimos fazer várias fotos… Depois de algum tempo, eles desistiram!

Beijos, Ju Diniz

Follow Blog Animal Chic’s board Outros bichos on Pinterest.

//assets.pinterest.com/js/pinit.js

#Passarinhei – Carão

Em Janeiro estive no PET – Parque Ecológico do Tietê com os amigos passarinheiros Claudia Komesu, Luccas Longo e Rodrigo Popiel.

Vou começar a mostrar as aves que fotografei por lá. Começando pelo Carão!

DSCN2428

Eu acho que o Carão (Aramus guarauna) já apareceu aqui no blog antes.

É uma ave de canto bem alto! Quer ouvir? Clique AQUI.

DSCN2429

DSCN2427

DSCN2425

Bonitão, não é?

Beijos, Ju Diniz

 

Registro de Janeiro/14

Follow Blog Animal Chic’s board Carão (Aramus guarauna) on Pinterest.

//assets.pinterest.com/js/pinit.js

Verde como o Tuim!

Quando estive em Janeiro no PET – Parque Ecológico do Tietê – eu fotografei o Tuim!

Tuim-PET-Janeiro2

Que bichinho difícil de encontrar! Ele é verde como as folhas. É preciso estar muito atento para conseguir encontrá-lo em uma árvore!

Se você quiser ver mais fotos que fiz do Tuim, basta entrar no álbum Tuim do meu Pinterest, abaixo:

Follow Blog Animal Chic’s board Tuim (Forpus xanthopterygius) on Pinterest.

//assets.pinterest.com/js/pinit.js

Eu gosto de looks com cores vivas, fortes! Aquelas que marcam presença. Afinal, quem disse que não queremos ser notadas, né?

Encontrei algumas inspirações pra gente deixar a semana mais verde!8-street-style-green

green13

446895f54751e4c9ba4aaa03cf33063e_w550

fashables-fashion-blog1

emerald green_tube_dress-street style

streetstyle-in-green-11-533x800

Street Style At Milan Fashion Week Womenswear Autumn/Winter 2012/2013

Beijos, Ju Diniz