Trilha dos Tucanos

Ontem foi dia de passarinhada com minha amiga passarinha Claudia Komesu.

Na verdade, foi a primeira passarinhada de verdade que fiz desde que minha filha nasceu, há 1 ano e 10 meses!

Nossa, que saudades de acordar cedinho, pegar a estrada e ver o sol nascer em algum paraíso!

É assim que dá pra descrever a Trilha dos Tucanos: um pequeno – ou enorme – paraíso há cerca de 2 horas e meia de SP capital.

Vou preparar um post contando um pouco das aves que encontrei por lá – e tb sobre a facilidade de se observar animais maravilhosos…

Por enquanto, um pouquinho do making of!

Beijos, Ju Diniz

Anúncios

#VemPassarinhar – Pq Ibirapuera

Dica de passeio super bacana pra quem vai estar em São Paulo no próximo fim de semana:

32° #Vempassarinhar!

Vai rolar no sábado, dia 17 de dezembro, às 7h. E essa edição do #VemPassarinhar vai acontecer no Parque Ibirapuera.

O ponto de encontro será em frente ao DEPAVE-3, no viveiro Manequinho Lopes, que já é um tremendo lugar bacana pra passarinhar.

E em seguida, rola o “Papo de passarinho” com o biólogo Carlos Candia-Gallardo. O tema será “A história do Tiê fantasma”.

Levem lanches para um picnic comunitário e canecas!

Te espero lá!

blog-animal-chic

Dica de Passeio em SP: Parque do Carmo

No último ano eu tive o prazer enorme de conhecer um parque em São Paulo que eu não conhecia: o Parque do Carmo.

Junto com os amigos passarinheiros Luccas Longo e Claudia Komesu, estive no Parque na época da florada das Cerejeiras – exatamente essa época do ano!

Nós fomos passarinhar e aproveitamos para fazer um piquenique!

Nossa, que saudades de passarinhar… agora, com Maria, não estou conseguindo ir. Mas em breve ela será minha companheira! 🙂

Mas, vamos ao parque…

Nessa época do ano, as Cerejeiras florescem e proporcionam uma paisagem divina! O céu azul em contraste com as folhas rosa fazem qualquer manhã fria ficar mais bonita.

Eu recomendo.

Eu tirei essas fotos no ano passado quando conheci o parque.

Blog Animal Chic 3

Blog Animal Chic 2

Blog Animal Chic

Blog Animal Chic 1

Blog Animal Chic 4

E o Parque tb organiza eventos como a 37ª Festa das Cerejeiras do Parque do Carmo, que acontece nos dias 31 de julho e 1 e 2 de agosto.

Uma curiosidade sobre as Cerejeiras que encontrei no
Facebook do Parque do Carmo:

A cerejeira é a árvore símbolo do Japão e tornou-se a marca
dos descendentes da comunidade nipônica que vive na região
de Itaquera. Todos os anos essa comunidade tem a tradição
de realizar o “hanami”, de sentar sob as cerejeiras
e contemplá-las durante um bom período.

O vento sopra as delicadas pétalas das flores fazendo
com que elas se espalhem produzindo um belíssimo
espetáculo da natureza, tal como acontece no Japão.

A florada dura apenas alguns dias e esta data é a única oportunidade
de conferir os caminhos formados pelas flores em tons de rosa.

Pois é, São Paulo não é só shopping e cimento! Aproveite esse lado da cidade.

Beijos, Ju Diniz

#OndeSeInspirar – Parque Ecológico do Tietê

Aqui nessa cidade maluca onde vivemos há surpresas incríveis! E nada como começar a semana dividindo com vcs uma boa surpresa, né?

Quem já saiu aqui de São Paulo Capital e foi sentido Aeroporto Internacional de Guarulhos, já deve ter notado que, do lado esquerdo da estrada, passamos por uma área verde muito grande. Esse é o Parque Ecológico do Tietê, uma área com 12,5 milhões de metros quadrados na Zona Leste da cidade de São Paulo, nas margens da Rodovia Ayrton Senna.

Y_MKWjUIsz-7fMXER7lsVmu7NVYBToqFbqYtechwPBA

nVFPOGVwLWPKfHkg-SQDW31p0o8a5F6ghI68KBq71xs

Um excelente lugar para quem quer Passarinhar e não quer ir muito longe! A área possui flora em constante recuperação e, por isso, serve de refúgio para animais silvestres!

cey6jund6VnL9Meq8rFVifcPVEYQSqFFl_Nli2eAgA0

2V25uss_aQKNvTyd_9_wbu6-tavAWk2KUc8qcTBhWjw

Há várias trilhas que podem ser feitas. Não é necessário guia. Basta vontade de observar e contemplar a natureza e os animais. E lógico, também recomendo protetor solar e um bom repelente de insetos! Pernilongo é um dos bichos que vc pode encontrar no caminho… 🙂

1Q3FFoMMPF9Pomklw2W1Hk1e2WnFQDNITwXxNoYZkYY

pPAt_qbj87SRNFwb-aGzR2jgo_stbtVMibLvvIpTZqs

Se você for bom observador, encontrará várias aves incríveis! E se tiver sorte, poderá ver até o Gavião-belo (Busarellus nigricollis) que andou dando as caras por lá!

Captura de Tela 2014-02-12 às 19.31.46

Na minha opinião, é o passeio ideal para quem precisa arejar um pouco a cabeça, mas está sem tempo para uma viagem mais longa…

Recomendo!

Aproveite para curtir a página do Facebook do Parque Ecológico do Tietê!

Beijos, Ju Diniz

Cachoeira Santa Helena

Eu cresci na cidade de São José do Rio Pardo, interior de SP. Durante minha infância, eu fiz vários passeios e trilhas… Vi lugares lindos! A cidade é rodeada por montanhas e ainda há pequenas matas onde se pode ter um contato mais real com a Natureza!

Mas na minha última viagem, em Dezembro, eu fui a um lugar que nunca tinha ido antes: a Cachoeira Santa Helena!

Para chegar, é preciso pegar uma estrada de terra. Dá pra curtir o visual de bicicleta, mas como estava com meus sobrinhos, foi melhor chegar de carro!

A trilha é muito fácil. Não exige experiência ou equipamentos especiais! Mas confesso que teria sido melhor se estivesse com uma blusa com manga (e não regata). Não me machuquei, mas me raspei em vários galhos e folhas. Uma blusa me protegeria melhor contra aranhas ou aquelas lagartas que queimam a pele com um simples toque!

Mas minha intenção, pela manhã, era apenas caminhar. Mas meu pai e sobrinhos nos animaram – meu marido e eu – a conhecer esse lugar novo! E quando se fala em uma trilha nova, eu me animo fácil! 🙂

O lugar é lindo! Não conseguimos chegar à maior cachoeira porque um pedaço da trilha estava alagado. Mas valeu o passeio! Rendeu boas fotos! Essas primeiras foram feitas pelo meu marido.

foto 1

foto 2

foto 3

Ainda bem que eu vi essa Maria-fedida antes de fazer uma foto! 🙂

foto 4

Ele fotografa muito melhor que eu! 🙂

Mas eu fiz alguns registros também… A única ave que cliquei foi esse Anu-branco.

SAOJOSE06 014

SAOJOSE06 011

SAOJOSE06 010

SAOJOSE06 008

SAOJOSE06 006

Meu marido fotografando…

SAOJOSE06 004

Foi um bom passeio!

Um beijo, Ju Diniz

#OndeSeInspirar – Curucutu

Existe um assunto sobre o qual meu marido e eu sempre conversamos: onde nos divertiremos com nossos filhos – ou melhor, futuros filhos – aqui em SP? Queremos que nossos pequenos cresçam com algum tipo de contato com a Natureza. Mas como fazer isso numa cidade como São Paulo, onde a única opção de lazer parece ser o Shopping?

Saiba que existe uma solução além de viajar para um paraíso natural!

Parque_Estadual_da_Serra_do_Mar_Nucleo_Curucutu_Instituto_Ernesto_Zwarg

Num sábado, fui convidada pelo Guto, passarinheiro e organizador do Avistar – o maior evento brasileiro de Observadores de Aves – para passarinhar no Parque Curucutu!

A princípio, pensei que era brincadeira. Um parque em SP com esse nome? Nunca tinha ouvido falar…

Mas minha surpresa foi demais ao no Parque Estadual da Serra do Mar – Núcleo Curucutu! ENORME!

Depois de cerca de 1 hora de carro sentido Zona Sul, incluindo um trecho de estrada de terra por fazendas e paisagens encantadoras, chegamos ao Núcleo Curucutu. A recepção foi feita por 2 guias super atenciosos e gentis, mais um motivo de alegria!

Você não paga para entrar. Bom, não é? Mas lembre-se: você precisa agendar um horário para garantir que haverá um guia disponível para te acompanhar na trilha!

01

O caminho é emocionante! Prepare-se para muita terra e muita lama! Mas a sujeira vale a pena. Agora, se você é do tipo que não gosta de sujar seu carro ou se não se sente seguro em aventuras mais “off-road”, aconselho procurar uma agência de ecoturismo e agendar o passeio! Um guia te levará até lá e você não correrá o risco de ficar atolada! 🙂

A trilha do parque? Repleta de flores, árvores e aves! O Guto e eu tivemos o prazer de ouvir, observar e fotografar algumas espécies maravilhosas. Entre elas, o Corocochó, uma ave encontrada apenas nessa região.

02

Uma coisa importante: vista-se adequadamente! Esse é um blog de moda, né? Não poderia deixar de dar essa dica. Calças grossas (nada de bermudas) te protegem de arranhões na perna. Cores neutras te deixam mais camuflado na paisagem. Não vista aquela sua camiseta vermelha incrível! As aves se assustarão e não chegarão tão perto de você. Nos pés, dê preferência para aquelas botas para caminhada. Se não tiver uma – meu caso – use um tênis bem batido. Aquele que, se sujar, não tem problema. Uma mochila com alças confortáveis é uma boa para levar água, frutas ou barrinhas de cereal. Binóculos e máquina fotográfica também são uma boa para não perder nenhum detalhe!

03

A conclusão é que mesmo quando não for possível viajar para uma praia ou para a montanha, é possível ter um contato real com a Natureza!

Eu aconselho!

Visite o site do parque AQUI e curta a página do Facebook AQUI.

Um beijo, Ju Diniz

Aproveitando o fim de semana de um jeito diferente…

fazendacapa

Oi!

No último domingo, meu marido e eu fizemos um passeio diferente: fomos à Fazenda Nossa Senhora da Conceição almoçar! Como a fazenda é em Jundiaí – mais ou menos 30 minutos de SP – é um passeio rápido.

avaliacao2

A fazenda tem quase 200 anos de história e cerca de 30.000 metros quadrados de área. É um lugar bem simples, mas é um passeio diferente para quem vive em São Paulo, essa Selva de Pedras! Se você tem filhos é ainda mais legal. Ele pode fazer passeios à cavalo, passear de charrete, fazer trilhas…

fazenda04

Além disso, é possível fazer passeios culturais monitorados. Para isso, é preciso verificar no site da Fazenda os dias em que estes passeios estão disponíveis. No dia em que fui, esse passeio não estava disponível. Mas segundo o site, é possível observar esquilos e macacos, além de conhecer um pouco da história da fazenda, passando pela Capela, Museu do Café, Senzala, Horto entre outros lugares.

fazenda03

A comida do restaurante é boa e bem farta e o preço, honesto. Meu marido e eu pedimos a Costela de Porco que acompanhava salada, arroz, feijão, batata frita e uma farofa com cebola que estava deliciosa. Não bebemos nada pois pegaríamos a estrada depois. Também não pedimos sobremesa. A conta fechou em R$ 70,00 (com bebida e serviço). O prato serviria bem para 3 pessoas, eu acho.

Foi um passeio diferente do que sempre fazemos. Então, isso foi bom! Mas acho que o espaço merecia um pouco mais de cuidado! As trilhas poderiam ser melhor sinalizadas, por exemplo.

fazenda02

Outra coisa que pude notar é que algumas construções são novas. Já que se trata de uma fazenda história, poderiam ter tido o cuidado de construir seguindo o mesmo estilo da Casa da Fazenda, que é linda!

fazenda01

Além disso, vi alguns animais em gaiolas. Judiação! Numa fazenda dessas, com tanto verde e tanto espaço, é uma pena que algumas aves e um coelho não possam se divertir. Ao invés disso, eles poderiam espalhar comedouros para atrair ainda mais aves! Não seria uma boa?

180239_455310977877777_650704965_n

Mas foi um bom passeio. Tanto que fiquei com vontade de encontrar outras fazendas assim para poder passar outros domingos…

Vocês conhecem algum lugar assim, pertinho de SP onde podemos ir e voltar no mesmo dia?

Beijos, Ju Diniz