Meia para crianças

Hj o post é para as mamães, papais, ou pra quem precisa comprar um presente para algum bebê/criança.

Toda vez que preciso comprar alguma peça de roupa pra minha filha é o mesmo problema: tudo é cor de rosa, tudo é cheio de babado e tudo é pouco prático para esse momento de vida dinâmico em que ela está.

Eu gosto de criança confortável e com roupa divertida! Eu gosto de criança correndo, sem ser impedida por um determinado tipo de roupa.

Não é que eu não goste de crianças de vestido. O ponto é que, de vestido, é muito mais difícil correr. Ela mesmo já tropeçou na barra de um vestido e caiu! Joguei fora, né?

E tem mais: quem falou que menina só gosta de roupa com estampa de boneca, princesa, maquiagem e bichinhos brilhantes e cheios de pedrinhas – que, aliás, podem ser engolidas?

Menina tb quer roupa de dinossauro, de tubarão, de carrinho, de jacaré!

Então, eu não estou nem aí se a camiseta é azul, verde, rosa… se serve no seu corpo e se não impede seus movimentos, é roupa de criança. E pronto!

Numa das minhas buscas por roupa para criança – e não, de meninO ou meninA – encontrei a marca de meias Cantarola! Bem em tempo, pq as meias da Maria já estavam ficando pequenas e apertadas.

blog-animal-chic

Paixão à primeira vista!

Finalmente, Maria teria uma meia de dinossauros! ❤

Uma mais linda que a outra. E, mesmo sendo um e-commerce, o atendimento é super carinhoso. Eu acabei comprando 2 meias no tamanho errado e o pessoal foi super gentil e ágil na troca.

Ganharam uma cliente pra sempre!

Dá uma olhada nessas meias… e se quiser ver mais, é só clicar AQUI.

Beijos, Ju Diniz

Anúncios

DIY – Brinquedo pra Maria

Eu preparei um vídeo com uma dica de brinquedinho super fácil e barato pra fazer em casa. E além de brincar, vcs ainda vão ensinar os nomes dos nossos animais para seus filhos!

Assiste aí… ❤

O que você precisa:
– Computador para buscar imagens
– Folhas de papel sulfite
– Manta magnética (eu comprei essa AQUI)
– Tesoura

blog-animal-chic

blog-animal-chic

Beijos, Ju Diniz

Fast Fashion, o barato que não é tão legal assim…

Nesse fim de semana eu assisti ao documentário The True Cost, disponível no Netflix. E eu recomendo pra todo mundo que gosta de moda e que, como eu, muitas vezes se acaba em lojas de Fast Fashion achando que está fazendo um “bom negócio”.

Blog Animal Chic

É impossível assistir à esse doc sem pensar que, sim, há suor e sangue de muita gente nas modas mais “baratas” que a gente compra das lojas de Fast Fashion por aí.

Me fez pensar bastante na minha forma de consumo. Eu confesso que curtia encontrar “achados” em lojas assim, mas agora, não vai dar pra olhar para aquelas peças sem pensar no caminho que elas fizeram para chegar até mim.

Tenso!

Recomendo que vc assista antes das suas próximas compras.

Bjs, Ju Diniz

Onde almoçar em SP

Hj fui almoçar com 2 amigos queridos num restaurante que não conhecia aqui em SP: o Fazendinha Butantã.

Estávamos procurando um lugar com carinha de interior, mas que fosse aqui, dentro da cidade. E o tal do Fazendinha foi uma excelente opção.

Além de ter uma comida bem “de verdade”, com direito à bolinho de arroz, tutu de feijão e mandioca frita, o lugar tem um toque “caipira” e te faz achar que está há pelo menos umas 2 horas aqui da capital.

Outra coisa: almoçamos enquanto observávamos um Tiê-preto e Sanhaçus-cinzentos, e o vôo de um Carcará.

Essa era a vista da nossa mesa (postei no meu Instagram, segue lá @bloganimalchic):

Trilha sonora do almoço de hj: canto de galo! Hahahaha #fazendinhabutanta

Um vídeo publicado por Blog Animal Chic por Ju Diniz (@bloganimalchic) em Jul 25, 2016 às 9:50 PDT

//platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Infelizmente, estava ficando sem bateria e, por isso, não fiz mais fotos. Precisava do celular pra chamar o Uber depois do almoço… 🙂

Mas pretendo voltar num fim de semana com a filha para a feijoada com show de chorinho!

Blog Animal Chic Blog Animal Chic 1 Blog Animal Chic 2

Fica a dica!

Bjs, Ju Diniz

 

*Fotos do site

Seja um amigo da SAVE BRASIL

O que vc compra com $ 10 reais? Umas 2 latinhas de refrigerante? Um cachorro-quente? 2 passagens de ônibus em SP?

E se eu te dissesse que com $ 10 reais você consegue ajudar a salvar espécies brasileiras ameaçadas de extinção?

Essa é a proposta da SAVE Brasil! Com uma doação de $ 10 reais por mês ($ 120 reais por ano), você apoia projetos que estão recuperando aves que podem desaparecer do nosso país.

No último AVISTAR Brasil, eu conheci um pouco mais sobre a SAVE Brasil e conversando com o Marcão, um amigo biólogo que trabalha lá, entendi a importância do projeto. Então, acabei me tornando uma AMIGA da SAVE!

Entre as aves que estão sendo protegidas pela SAVE estão a Ararinha-azul, a Saíra-apunhalada, a Jacutinga, o Papagaio-de-peito-roxo, o Formigueiro-do-litoral, o Soldadinho-do-araripe e o Mutum-do-sudeste, além de aves apreendidas do comércio ilegal.

Blog Animal Chic 1

É emocionante o que esse pessoal faz para poder recuperar esses animais para o nosso ecosistema!

Por isso quero convidar vcs para que sejam, também, AMIGOS DA SAVE Brasil.

Vcs estarão contribuindo para a conservação das aves brasileiras, fará parte da rede BirdLife Internacional, terá acesso às RPPNs da SAVE Brasil, receberá newsletter com conteúdo exclusivo e ainda ganhará um kit #amigosdasavebrasil com boné, adesivos, camiseta e muitas outras surpresas.

E de quebra, ainda estará apoiando projetos bacanérrimos que estão fazendo a diferença!

Para se tornar um AMIGO DA SAVE Brasil, é só clicar AQUI.
Conto com vcs.
Bjs, Ju Diniz

#Quero Passarinhar: Quer conhecer um pouco mais de Minas Gerais?

Acho que por ter crescido tão pertinho da terra do queijo, sempre fui encantada por Minas Gerais. Na minha opinião, o estado mais aconchegante e com a melhor comida do Brasil! E a melhor cachaça tb, né? 🙂

E aí, pra apaixonar de vez: além da comida quentinha no fogão a lenha, Minas tem uma variedade incrível de aves e vida selvagem, além de paisagens encantadoras que vão te fazer pirar.

O que fica faltando? Alguém pra te guiar nesse cenário de filme que são as serras mineiras.

Bom, não falta mais! No último AVISTAR conheci o Edu Franco, um biólogo e guia ornitológico que vai te levar para um passeio encantador pelas paisagens de Minas.

Dá uma olhadinha aí embaixo no bate-papo que eu tive com o Edu sobre a sua paixão de guiar. E tem tb algumas fotos dele mesmo feitas nesses passeios.

Os contatos do Edu estão todos lá no final da entrevista. Então, se estiver por lá, já sabe quem chamar…

Eduardo Franco, 31 anos
Biólogo
Especialista em Comportamento Animal
MBA Administração de Projetos

 

Ju Diniz: Conta um pouquinho sobre sua experiência em guiar pessoas.

Edu Franco: Sou Observador de Aves desde 2008 e comecei a guiar em 2013, quando a amiga Cláudia Brasileiro perguntou se eu podia leva-la para fotografar o beija-flor-de-gravata-verde (Augastes scutatus). Aceitei o convite e acabei me apaixonando pela possibilidade de ajudar pessoas a conquistar sonhos e realizar experiências. Parece estranho, mas, perceber o brilho nos olhos das pessoas após enxergar aquela espécie pelo binóculo ou visualizar aquela foto perfeita no visor da câmera despertou em mim uma grande vontade de trabalhar com isso. Sabe aquela sensação que algumas pessoas têm no Natal de gostar mais de presentear do que ser presenteado? Talvez seja algo semelhante. Lembro-me muito bem de quase chorar junto com dois clientes australianos ao enxergarem, pela primeira vez na vida, um bando de tucanos (Ramphastos toco). Perceber que algo tão comum para mim poderia ser tão emocionante para outras pessoas foi fantástico. Desde então não consegui parar mais. Tenho me esforçado com muito carinho para desenvolver roteiros, passeios e cursos que proporcionem experiências marcantes para cada um dos meus clientes e alunos.

Blog Animal Chic 5

Ju Diniz: Por qual cenário vc leva o observador que está guiando?

Edu Franco: Sou mineiro e apaixonado pela terra do pão-de-queijo – obviamente também fissurado pelo próprio. Não troco nossa paisagem acidentada por nada nesse mundo. Minha especialidade é o Cerrado. Busquei ao longo desse período elencar locais e espécies que sejam únicas e que poderiam se tornar referências no cenário do birdwatching nacional. As Serras e os Campos Rupestres de MG possuem paisagem, flora e fauna tão singulares que se tornaram meu foco. Serra da Moeda, Serra do Caraça, Serra do Cipó… esses são os locais onde eu mais levo meus clientes. Apesar disso tenho buscado formar uma equipe de guias que estejam aptos a atuar em várias regiões do Estado. Acredito que devemos assumir, além das funções centrais, uma responsabilidade de impulsionar outros colegas que desejam atuar em campo, auxiliando assim a consolidar Minas e o Brasil como destinos fundamentais para o Turismo de Observação de Fauna.

Blog Animal Chic 3

Ju Diniz: Divide com a gente um momento emocionante.

Edu Franco: O momento mais emocionante até hoje foi, sem dúvida, no Parque Nacional da Serra da Canastra. Nunca fui no Parque Temático Americano mas acredito que a emoção que senti nesse local deve ser algo semelhante à uma criança entrando na Disney. Estava acompanhado de alguns dos melhores parceiros que tenho, Daniel, Luis Henrique e Paulo. Conheci uma das maiores quedas d’água do Brasil, a Casca D’Anta. Estive frente a frente com mamíferos como o tamanduá-bandeira e o veado-campeiro. Tive oportunidade de ver e fotografar inúmeras espécies de aves raras e ameaçadas e, para secar minhas glândulas lacrimais, um casal de pato-mergulhão (Mergus octosetaceus). Nunca antes na minha vida eu tive experiência tão fantástica aguardando para ver um passarinho. Foi incrível. Trata-se daquele tipo de entorpecente que você dificilmente consegue largar.

Blog Animal Chic 4

Ju Diniz: O que não pode faltar numa passarinhada?

Edu Franco: A partir do momento que estabeleci como objetivo profissional me tornar um guia de observação de natureza também defini qual política iria adotar como princípio: o mais importante em um roteiro não são os passarinhos e sim as pessoas. Preocupações logísticas, segurança, lista de lifers*… tudo isso é fundamental, mas o que realmente importa é fazer que o cliente se sinta acolhido. Fazer isso sendo mineiro é quase natural. Sou suspeito para falar, mas de fato desconheço outro local do mundo que receba tão bem as pessoas quanto nosso Estado. Entendo que a partir do momento que o guia consegue conquistar a empatia do cliente o restante se torna fácil e acaba fluindo com a eficiência e eficácia necessárias.

Blog Animal Chic 1

Ju Diniz: Qual é a ave que sempre te emociona?

A ave que sempre me emociona é a próxima. Não desenvolvo favoritismo nem prioridades. Aprendi com o amigo e cliente Luiz Ribenboim que cada novo momento com uma espécie é uma nova oportunidade para conhece-la melhor. Isso é fantástico! Não só espécies, mas também as paisagens. Apesar de visitar o mesmo local 2, 3 vezes por mês, ainda consigo me encantar mais ainda a cada novo passo pelas repetidas trilhas.

Blog Animal Chic 7

Ju Diniz: E conta pra gente o teu diferencial? Por que passarinhar contigo?

Edu Franco: Entusiasmo. Apesar de estar 100% do tempo ansioso para que os resultados sejam os esperados pelos clientes, sempre procuro mostrar entusiasmo. Como eu disse anteriormente, um clima legal facilita todo o resto. Tento transmitir para as pessoas a mesma paixão que tenho pelo o que eu faço e principalmente por como eu faço. Semana passada tive um super desafio de falar sobre Turismo de Natureza para uma turma de Graduação Tecnológica em Radiologia. Nunca antes me deparei com um público tão diferente. Ao começar a palestra senti em todos os presentes aquele sentimento de: o que esse sujeito está fazendo aqui? Da mesma forma como alimento minhas atividades, tentei passar para os ouvintes o meu entusiasmo a cada nova experiências e como que alcançar os desafios e metas resulta em um prazer único para cada um dos praticantes dessa atividade tão específica. De alguma forma consegui meu objetivo. Fiz, em apenas 60 minutos com que cerca de 30 pessoas, que nunca tinham ouvido falar sobre observação de aves, se encantassem. Talvez porque passarinhos por si só já seja encantador. Mas acredito que mostrar carinho pelo o que faz é ferramenta certa para sensibilizar o próximo.

Blog Animal Chic 6

Ju Diniz: Deixa uma mensagem pra gente aqui. 

Edu Franco: Turismo de Natureza e Observação de Aves são atividades fascinantes e as possibilidades transdisciplinares são infinitas. Quanto mais conseguirmos atingir mais pessoas, das mais diversas áreas, com nosso estilo de vida, mais as pessoas vão se encantar e se preocupar com o meio que nos circunda. Não conheço nada tão potente quanto o Turismo de Natureza para sensibilizar pessoas. Dessa forma aproveito para parabenizar a você Juliana e ao Blog Animal Chic por conseguir levar nossos passarinhos para o mundo da moda e para pessoas que talvez nunca teriam a oportunidade de conhecer o que fazemos. Obrigado pelo convite!

Blog Animal Chic 2

Edu, Eu é que agradeço por participar. E quem sabe não estaremos juntos aí na terrinha mineira pra conhecer um pouco mais dessa paisagem, né?

Se vc se interessou e quer saber um pouco mais sobre o trabalho do Edu, é só entrar em contato:

SITE: www.destinosmg.com.br
EMAIL: eduardofranco@destinosmg.com.br
WHATS APP: +55 31 9 9341 3584

Beijos, Ju Diniz

*Lifer – espécie nunca observada/fotografada pelo observador de aves.