Onde se inspirar? Ou não!

avaliacao1

Estou há dias pensando se faço esse post ou não. Geralmente, gostamos de dividir coisas boas, boas experiências. Mas o post de hoje é diferente.

Vocês sabem que, em Dezembro, estive na Riviera de São Lourenço. Me hospedei no Amarilis Flat Service, um lugar que não recomendo. Uma pena, pois o espaço tem tudo para ser incrível!

Quando chegamos – meu marido e eu – gostamos do que vimos. O hotel fica numa espécie de rua sem saída. Então, você vê árvores no entorno do hotel e um estacionamento organizado para os carros de quem está hospedado. Simples, longe de todo o charme dos hotéis e pousadas do Roteiro do Charme, mas bacana, limpo, honesto.

Porém, nossa recepção foi um pouco decepcionante. Descobrimos que nossa reserva não havia sido feita, mesmo depois de ter feito o pagamento de 50% da estada. Já havíamos recebido o e-mail com a confirmação de recebimento do pagamento.

Mas vamos ser compreensivos: até aí, eu entendo. Enganos acontecem. Lógico que esta foi uma falha grave; não reservar um quarto para um cliente que já pagou 50% do valor dele. Mas erros acontecem.

O grande problema foi a postura da recepcionista. “Eu não tenho culpa. É a Central de Reservas que não reservou o quarto. Eu não tenho o que fazer!”

Oi?

Ela insistia que a Central de Reservas cuidava das reservas e que ela não poderia fazer nada. Eu perguntei: “Mas ainda há quartos?” Ela disse que sim, mas que não poderia nos instalar.

E continuava insistindo que a culpa era da Central de Reservas e não dela. Uma coisa era certa: a culpa não era minha, concordam?

Do meu celular, mandei NOVAMENTE o comprovante que já havia mandado para a Central de Reservas para o e-mail da recepcionista que me confirmou o recebimento no mesmo instante.

Saímos do hotel e fomos para a praia, com as malas no carro pois não pudemos nem deixar nossas bolsas no hotel! Nenhuma gentileza, nenhum pedido de desculpas.

O grande problema, na minha opinião, não está no erro da reserva e sim no gerenciamento da crise! Tudo seria diferente se ela dissesse: “Senhora, desculpe-nos pelo engano. Sua reserva não foi feita. Vou entrar em contato com a Central para confirmação de alguns dados e, enquanto isso, fique à vontade. Tome um café ou aproveite nossa piscina enquanto verificamos o que aconteceu.”

Nada disso. Passamos o dia sem saber se teríamos ou não um quarto. Um dia de descanso tenso!

Ao retornar para o hotel no fim da tarde para, finalmente, tomar um banho, descarregar as malas e descansar, mais uma frustração!

A recepcionista não havia ligado para a Central de Reservas e, novamente, nossa reserva NÃO EXISTIA!

MAIS UMA VEZ tive que enviar ao recepcionista noturno o comprovante de pagamento para que ele finalmente nos levasse ao quarto. E então, ele nos pediu que pagássemos os 50% restantes da nossa estada! Nessa hora, confesso que nosso sangue ferveu!

Nunca fiquei em um hotel onde tivesse que pagar todas as diárias antes do check out! E tem mais, pagar 100% de um quarto que nem sabíamos se existia?

Mais uma vez, nenhum pedido de desculpas!

Lamentável!

Eu acredito em uma coisa: nos dias de hoje, o maior diferencial de uma empresa é o ATENDIMENTO! Quarto, cama e chuveiro, qualquer hotel tem. O que te faz escolher e voltar ao mesmo hotel, ou qualquer outra empresa prestadora de serviço, é o atendimento atencioso e caloroso!

Enfim, o que esperar de um hotel que tem um viveiro com aves presas e divulga isso nos folhetos espalhados pelo lugar?

foto 5

Confesso que, se tivesse visto isso antes, não teria escolhido este lugar! Não acredito que ainda há pessoas que acreditam que prender uma ave é uma coisa bacana!

Numa região tão rica com aves maravilhosas – fiz vários posts aqui das aves que fotografei na Riviera de São Lourenço – por que não colocar frutas para atrair mais aves e assim, encantar seus hóspedes?

foto 4

foto 3

Um viveiro cheio de Periquitos australianos. Triste.

Não tive muita vontade de fazer outras fotos do hotel… essas são as 2 únicas fotos que fiz, com meu celular!

foto 2

foto 1

Depois de todo o acontecido, mandei uma mensagem para a tal Central de Reservas contando o ocorrido! Já se passou cerca de 1 mês e até hoje, não recebi nenhum retorno. Por isso, resolvi escrever esse post.

Enfim, não recomendo! Se alguém souber indicar alguma pousada na Riviera de São Lourenço, seria bacana. Temos alguns familiares que alugam apartamento lá e, por isso, creio que passaremos alguns fins de semana lá outras vezes. Mas não queremos nos hospedar no Flat Service Amarilis novamente!

Um beijo, Ju Diniz

1187000_1411715219050707_1045503064_n

 

 

4 comentários sobre “Onde se inspirar? Ou não!

    • Pois é… fiquei na dúvida se dividia isso, ou não. Mas achei melhor.
      Assim, a gente divide experiência e troca idéia! Né?
      Bjs

    • Oi, Sandra
      Pois é… eu tb não volto.
      É importante “trocar figurinhas” sobre os lugares. Se tiver um lugar bacana pra indicar, me fale!
      Beijos, Ju

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s